quarta-feira, fevereiro 09, 2011


[Resenha] Blue Bloods #1

5

Sinopse: Quando MayFlower aportou nos Estados Unidos, em 1620, trazia a bordo homens e mulheres que lançariam as bases da sociedade norte-americana. Mas entre os Peregrinos havia também aqueles que não estavam apenas fugindo das perseguições religiosas. Eram os Blue Bloods: um clã que acumulou grande poder e riqueza, tornando-se um dos mais influentes grupos da sociedade de Nova York. Schuyler acabou de completar 15 anos. Veias azuis começam a saltar sob a pele pálida de seus braços. Sente um desejo insaciável por carne crua, e estranhas visões de tempos remotos assombram sua mente. E quando uma garota de seu colégio é encontrada morta, sem nenhuma gota de sangue no corpo. Schuyler não sabe o que fazer. Poderiam ser verdadeiras todas aquelas histórias de vampiros?

336 páginas
Editora: ID
Autora: Melissa De La Cruz


Glamour. Socialité. Manhattan. Sangue. Luxo. Nova York. Moda. Vampiros = Blue Bloods.

Bom, eu não lembro muito bem como me interessei por esse livro, só sei que li em algum blog uma resenha e me identifiquei muito. Quando saiu a versão em português pela Editora ID não pude esperar, tive que comprar. Posso dizer que a Melissa de La Cruz é uma das minhas autoras favoritas agora. O jeito como ela escreve é envolvente, não é tedioso. 

Schuyler, era uma garota de 15 anos,  mas apesar de ser rica e morar em Nova York, aparentemente seria igual a qualquer outra adolescente da sua idade, com suas inseguranças, seus amigos (Oliver e Dylan), escola e baladas. Só que com uma 'pequena' diferença: era uma vampira, uma Blue Blood, ou ‘aportuguesando’ uma Sangue Azul. Os Blue Bloods eram um clã de vampiros que comandavam Nova York.
 Desde os primórdios, desde o início da fundação dos EUA, com a criação do Novo Mundo eles eram os líderes e estavam por trás de toda e qualquer decisão da sociedade. Eram um grupo influente, super rico, e com um grande poder nas mãos. 
Schuyler estudava na Duchesne, uma escola particular, onde só os filhos dos mais poderosos de Nova York estudavam. Ficava numa antiga mansão que pertencia à uma família muito poderosa de NY.

Os Blue Bloods são vampiros imortais, que diferentemente de Crepúsculo e adjacências dependem de sangue humano. Porém, os Blue Bloods não permanecem em um corpo só por toda a eternidade, eles 'reencarnam', trazendo todas as memórias da sua vida anterior pelo sangue. Os três estágios da vida de um Blue Blood são: Manifestação, Evolução e Expulsão (é o momento em que eles são expulsos dos seus corpos, ficam um tempo adormecidos e depois reencarnam em um corpo diferente).

Mas, quando Aggie melhor amiga de Mimi Force, a garota mais popular da Duchesne, morre depois de ter todo o seu sangue drenado do corpo, toda a questão de imortalidade dos Blue Bloods é colocada à prova, porque Aggie era uma deles, Aggie era uma Blue Blood. Depois disso, os vampiros tentam descobrir quem ou que grupo está por trás da morte de Aggie e outras mortes de Blue Bloods que acontecem à seguir, que aparentemente são vampiros muito fortes que estão infiltrados nos Blue Bloods e estão querendo acabar com esse clã. 

O legal dessa história é que não tem um mocinho nem um bandido pré-definidos. Você (o leitor) sempre está à procura deles. Um hora você acha que tal e tal pessoas estão por trás das mortes e dos atentados, mas depois de algum fato você muda totalmente de opinião, é fascinante! Eu também achei muito interessante a questão do livro mesclar o 'atual' com o 'passado'( a época em que os Blue Bloods chegaram na América abordo do navio Mayflower, por meio de cartas dispostas de forma cronológica pelos capítulos do livro). Sem contar que a Melissa te faz pensar uma ficção o mais próximo da realidade, citando algumas avenidas, lojas, condomínios, patrimônios culturas que realmente existem em Manhattan. Vale a pena ler!

Beijos,
Mari

5 comentários:

Raphilicious disse...

HAHAH

AMEI o novo lay Mari! :)

Beijos!

lari disse...

Adorei, Mari! Você resenha muito bem! Deu vontade de ler! =D
Bjinhos

Mayara disse...

Sempre achei a capa linda demais, mas nunca tinha lido a sinopse ou uma resenha... Parece ser interessante mesmo, um tema meio diferente do q costuma ser proposto para vampiros :)

Mar disse...

Eu quero muito muito esse livro só por causa dessa capa lindona

É com um imenso prazer que venho comunicar que o download do meu livro O DIÁRIO DE UMA ASSASSINA está disponibilizado em meu post.
Te espero la viu. Beijinhos. Mar
www.letrasdesonhadoras.blogspot.com

Nine Stecanella disse...

Olá!

Estou super curiosa pra ler Blue Bloods. Acho que vou gostar muito da história, e como você destacou, se o texto é bom, acho que tem tudo pra ser um dos livros que vou adorar desse ano!

Beijo beijo!
@nine_stecanella
http://janinestecanella.blogspot.com/

Postar um comentário

Realmente leu? Então comente!